20 Palavras Que Não Possuem Tradução

blog_titulo_traducao

Algumas palavras são difíceis de traduzir, seja de inglês para o português, do italiano para o francês, do coreano para húngaro, ou seja lá o que for. Mas existem também aquelas palavras que não existem traduções literais, são palavras exclusivas de um determinado idioma. Você já deve ter ouvido falar que a palavra “saudade” é exclusiva do português. Ela é considerada a palavra mais bonita do mundo pelo seu significado e uma das mais difíceis de se expressar em qualquer outro idioma. No entanto, há quem diga também que ela não é uma palavra exclusiva do português. Leia esse post até o final e você irá descobrir o porquê. 😉

Veja alguns exemplos dessas palavras sem tradução e depois comente se você já conhecia alguma delas. =)

 

Alemão: Waldeinsamkeit
É descrito como um momento de solidão, quando você está no meio de uma floresta ou um campo bem tranquilo, relaxando, curtindo a natureza e “pensando na morte da bezerra”.

 

Italiano: Culaccino
Os italianos chamam de culaccino aquela marca deixada na mesa por um copo gelado. Sabe quando você coloca a cerveja trincando de gelada na mesa e quando você pega pra tomar, fica aquela marca embaçada por causa da temperatura do copo? Então, é aquilo.


 

Esquimó: Iktsuarpok
Essa palavra descreve aquele momento de angustia e solidão que leva você a ir até a porta de casa, ou a janela que dá pra rua, para ver se alguém está chegando.

 

Japonês: Komorebi
No Japão, komorebi é descrito como a maneira como as folhas das árvores filtram a luz do Sol, formando sombras com fechos de luz no chão.

 

Russo: Pochemuchka
Esse é o nome dado para aquelas pessoas que fazem muitas perguntas. Sabe aquele cara chato que quer saber o porquê de tudo e não te deixa em paz com tantas questões? Então, na próxima vez, diga que ele é um “pochemuchka”. :)

 

Espanhol: Sobremesa
Apesar de termos a palavra “sobremesa” no português, o significado dela na Espanha é bem diferente. Trata-se daquele momento em que terminamos de almoçar ou jantar com alguém e começamos uma conversa, seja falando sobre a comida ou fazendo planos para o próximo encontro.

 

Indonésio: Jayus
É uma gíria para aquela situação onde alguém te conta uma piada tão ruim, mas tão ruim, que de tão sem graça que foi, você acaba rindo. Isso particularmente acontece muito comigo e o pior é que sempre sou eu que conto as piadas. :(

 

Havaiano: Pana Po’o
Sabe quando você esquece onde deixou a chave do carro e coça a cabeça como se isso fosse ajudar você a se lembrar? Então, essa é a palavra que descreve isso para os havaianos.

 

Francês: Dépaysement
É aquela sensação de “o que eu estou fazendo aqui?!” que bate quando você está em outro país, bem longe de casa e se sente completamente deslocado, um peixe fora d’água.

 

Urdu: Goya
O Urdu é o idioma nativo do Paquistão e de mais 5 estados indianos. Essa palavra descreve o poder de uma história de criar um suspense tão grande que provoca no leitor aquela sensação de “não acredito que isso vai acontecer…”

 

Suéco: Mangata
Mangata é para os suécos, aquele caminho de luz que a Lua cria com o seu reflexo na água do mar.

 

Tcheco: Litost
É aquele momento em que uma pessoa que está se dando mal profissionalmente para pra pensar no seu futuro e bate aquela mistura de agonia com ansiedade ao perceber que está indo cada vez mais para o fundo do poço.

 

Alemão: Drachenfutter
São aqueles maridos que vivem chegando tarde em casa com um presente para a esposa em uma mão e uma desculpa esfarrapada previamente planejada na cabeça.

 

Cantonês: Gagung
Gagung são os homens que possuem poucas chances de se casarem devido ao grande número de homens para o baixo número de mulheres no país.

 

Tcheco: Prozvonit
Quando você dá um toque no celular de alguém e desliga para que a outra pessoa possa retornar a sua ligação.

 

Português: Cafuné
Essa é a nossa palavra sem tradução. Em nenhum outro lugar do mundo sabem o que é o cafuné. E tenho certeza que também não fazem um cafuné tão gostoso como nós! ^^

 

Escocês: Tartle
Sabe quando você cumprimenta alguém mas não se lembra o nome da pessoa? Você fica em uma situação bem ruim tentando lembrar de tudo quanto é jeito. Isso na Escócia é chamado de Tartle.

 

Japonês: Wabi-Sabi
É uma maneira de viver a vida no Japão. Aceitar as coisas como elas são, se conformar com os altos e baixos da vida e ver a beleza até mesmo das imperfeições do dia-a-dia.

 

Coreano: Jung
É um sentimento mais forte do que o amor. Esse sentimento só é sentido por quem ama muito uma pessoa e passa por um grande desentendimento.

Árabe: Ya’aburnee
Essa palavra significa “Você me enterra”. É uma declaração feita entre duas pessoas que se amam. Quer dizer que ela quer morrer antes de seu(ua) parceiro(a) pois seria muito difícil viver a vida sem ele(a).

Agora, você se lembra que falamos sobre a palavra “saudade” logo no começo desse post? Encontramos no site Megacurioso um comentário sobre a palavra “saudade” que diz:

“Desde sempre nos falaram que “saudade” é uma palavra essencialmente do português e que não existe tradução literal em outras línguas. Entretanto, isso não é totalmente verdade. Outros idiomas possuem sim equivalentes da palavra “saudade”, porém que nem sempre podem ser aplicados nas frases como nós brasileiros fazemos.
Apesar de ser considerada uma das palavras mais difíceis de traduzir no mundo, encontramos o termo em outras línguas, como no alemão (sehnsucht) e no polonês (tesknota). As variações do uso variam conforme as normas e a gramática dos idiomas, porém o significado original é o mesmo nas línguas que possuem a descrição do sentimento – independente de como ele é utilizado gramaticalmente.“

Ainda bem que ainda temos o “cafuné” para nos mantermos nessa lista! :)

Fontes: Megacurioso / Carlos Romero 

 

 

Encontrou algum erro ou gostaria de acrescentar alguma informação importante à este post?! Envie suas sugestões para contato@dublinaquivoueu.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>